Vivendo com Câncer de próstata | Dr. Gustavo Battistetti

Câncer de Próstata

Vivendo com Câncer de próstata

Vivendo com Câncer de próstata

Dependendo do tipo de câncer de próstata que você tem, sua vida pode ser afetada de diferentes maneiras.

O câncer de próstata costuma piorar lentamente, e os homens podem tê-lo por anos sem sintomas. Durante esse período, os homens com câncer de próstata de baixo risco que não se espalhou para além da glândula da próstata podem não precisar de tratamento.

Homens cujo câncer tem maior probabilidade de se espalhar podem decidir fazer uma cirurgia ou radioterapia que visa curar o câncer. No entanto, esses tratamentos podem ter efeitos colaterais.

Se você não apresentar sintomas, o câncer de próstata deve ter pouco ou nenhum efeito em suas atividades diárias. Você deve ser capaz de trabalhar, cuidar de sua família, realizar suas atividades sociais e lazer habituais além de cuidar de si mesmo.

No entanto, você pode estar compreensivelmente preocupado com seu futuro. Isso pode trazer ansiedade depressão e afetar o sono.

Se o câncer de próstata progredir, você pode não se sentir bem o suficiente para fazer todas as coisas que fazia antes. Depois de uma cirurgia ou outro tratamento, como radioterapia ou quimioterapia, você provavelmente se sentirá cansado e precisará de tempo para se recuperar.

Se você tem câncer de próstata avançado que se espalhou para outras partes do corpo, pode apresentar sintomas que o tornam mais lento e dificultam as atividades diárias. Você pode ter que reduzir suas horas de trabalho ou parar de trabalhar completamente.

Qualquer que seja o estágio em que seu câncer de próstata tenha atingido, tente se dar tempo para fazer as coisas de que gosta e com quem se importa com você.


Problemas de ereção

Se você tem disfunção erétil, fale com seu médico. Pode ser possível tratá-lo com um tipo de medicamento denominado inibidores da fosfodiesterase tipo 5 (PDE5). PDE5s atuam aumentando o suprimento de sangue ao seu pênis.


Incontinencia urinaria

Se sua incontinência urinária for leve, você pode controlá-la aprendendo alguns exercícios simples. Os exercícios para o fortalecimento do assoalho pélvico podem melhorar o controle da urina.

Se sua incontinência urinária for mais grave, pode ser possível tratá-la com cirurgia. Isso envolveria o implante de um esfíncter artificial - um esfíncter é um músculo usado parar segurar a urina.


O diagnóstico de câncer de próstata costuma aproximar famílias e amigos, embora também possa pressionar os relacionamentos.

A maioria das pessoas querem ajudar, embora possam não saber o que fazer. Algumas pessoas acham difícil falar sobre câncer e podem tentar evitar.

Ser aberto e honesto sobre como você se sente e o que sua família e amigos podem fazer para ajudar pode deixar os outros à vontade. Mas não tenha vergonha de dizer às pessoas que você quer um tempo para si, se for disso que precisa.

Alguns homens acham útil conversar com outros homens com câncer de próstata em um grupo de apoio local ou por meio de uma sala de bate-papo na Internet

Se tiver dúvidas, o seu médico pode tranquilizá-lo.

Dr. Gustavo Battistetti

Formado na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. Residência em Cirurgia Geral na Santa Casa de Misericórdia de Campo Grande. Residência de Urologia na Santa Casa de Misericórdia de Campo Grande. Título de especialista pela Sociedade Brasileira de Urologia (TiSBU).

Gustavo Battistetti - Doctoralia.com.br